China busca fortalecer habilidades de design de fabricação

(Alpha Test Xinhua)

2 MIN LEITURA

Beijing, China (Alpha Test Xinhua) – A China divulgou um plano de ação de quatro anos para fortalecer suas capacidades de design de fabricação no meio de uma mudança do modelo “Made in China” para o “Created in China”.

Os principais objetivos para o período 2019-2022 incluem o desenvolvimento de uma plataforma de design aberta para a fabricação de equipamentos, o aprimoramento do design de equipamentos para fins especiais e para ambiente especiais, assim como partes importantes de equipamentos de alta gama, de acordo com o plano publicado pelo Ministério da Indústria e Informatização e 12 outros departamentos.

A China tem como objetivo alcançar progressos no design original em áreas como as máquinas-ferramentas de controle numérico de alto grau, robôs industriais e inteligência artificial (IA) dentro desse período.

O país também visa melhorar as habilidades do design de indústrias com vantagens competitivas, incluindo têxteis, automóveis e máquinas pesadas para facilitar a atualização industrial.

A China formará indústrias e padrões nacionais dos designs de sistemas, de IA e de ecologia, assim como desenvolverá várias ferramentas de design produtivas e profissionais.

Cerca de dez cidades de demonstração serão denominadas para servir como exemplos de serviços do design de fabricação, enquanto mais de 200 centros de design industrial em nível estadual e cerca de 100 bases de capacitação de design de fabricação serão estabelecidos ou desenvolvidos, segundo o documento.

Um instituto nacional de pesquisa em design industrial também será construído para aprimorar a pesquisa básica no setor.

O plano descreve as políticas de apoio para impulsionar o design de fabricação. Em termos de financiamento, o país incentivará os fundos privados baseados em capital destinados para o setor de design a serem estabelecidos, empresas de design qualificadas a abrirem capital para financiamento, assim como bancos e outras instituições financeiras a fornecerem serviços personalizados para as corporações de design.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.