CPLP: EUA formaliza pedido de ingressar no grupo lusófono como membro associado – Nações Unidas

De acordo com o embaixador português Francisco Ribeiro Telles, secretário executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o Departamento de Estado dos EUA formalizou um pedido dos Estados Unidos para ingressar no grupo lusófono como membro associado.

Flaviana Serafim (Alpha Test Fusion)

1  MIN LEITURA

São Paulo, Brasil (Alpha Test Fusion) – Criada em 1996, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) representa a comunidade de nações em que o português é a língua oficial, cerca de 240 milhões de pessoas, incluindo Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

As informações divulgadas pela ONU News nas Nações Unidas, em Nova York, acrescentam que o pedido do Departamento de Estado dos EUA também visa aproximar os EUA da diáspora lusófona na América, que inclui principalmente brasileiros, cabo-verdianos e portugueses.

O embaixador Francisco Ribeiro Telles reuniu-se com o secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, que reiterou seu compromisso com o multilinguismo e expressou “a disposição da ONU de trabalhar em estreita colaboração com a CPLP em áreas de interesse comum”.

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) está organizada em:

Este texto foi criado com apoio tecnológico de Algoritmos de Processamento de Linguagens (fase de testes Alpha), editado com intervenção profissional humana de jornalista MTb 83.170/SP, designer UIX, desenvolvedores AI/ML/NLP/NLG e soundtrack Cage the Elephant.

Flaviana Serafim

#flaviana.fusion

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.