Província de Jiangsu, da China, assina 14 acordos de cooperação de alta tecnologia com Israel

(Alpha Test Xinhuanet)

2  MIN LEITURA

Jerusalém, Israel / Jiangsu, China (Alpha Test Xinhunet) – A Província de Jiangsu, no leste da China, e Israel assinaram 14 acordos para impulsionar a cooperação em tecnologia de ponta.

Esses tratados, envolvendo setores de ciência de vida, dispositivos médicos e manufatura inteligente, foram assinados no domingo durante o Simpósio de Cooperação de Abertura e Inovação de Jiangsu (Israel), realizado na cidade israelense de Tel Aviv.

O presidente da Câmara de Comércio Israel-Ásia e ex-embaixador israelense na China, Matan Vilnai, destacou que tanto Israel quanto a Província de Jiangsu entenderam o significado de construir relações e a importância de conduzir a cooperação entre os dois lados.

Um centro de inovação estabelecido pelos dois lados deve ser inaugurado em Tel Aviv em 18 de setembro.

A decisão de abrir o centro foi a iniciativa certa para promover as relações entre os dois lados, observou Vilnai, acrescentando que mais esforços devem ser feitos para construir a ponte que liga China e Israel.

A China está a caminho de se transformar em um país orientado pela inovação, o que cria boas oportunidades para o aprimoramento da cooperação em alta tecnologia com Israel, avaliou Zhang Xingfu, conselheiro do escritório de conselheiro econômico e comercial da embaixada chinesa em Israel.

Segundo ele, a cooperação entre Jiangsu e Israel nos setores de informação eletrônica, biomedicina, bem como energia e meio ambiente aumentou ainda mais desde que os dois lados implementaram o plano de cooperação em pesquisa e desenvolvimento industrial em 2008.

No simpósio, as autoridades provinciais de Jiangsu, junto com funcionários das cidades de Nanjing, Changzhou e Nantong, fizeram apresentações detalhadas sobre as condições geográficas, econômicas e culturais e o ambiente de investimentos da província e das cidades.

Mais de 100 delegados da Província de Jiangsu e de Israel participaram do simpósio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.