Fintech brasileira de RH Xerpa recebe aporte de US$13 mi de investidores internacionais

Aluisio Alves (Alpha Test Reuters)

2  MIN LEITURA

São Paulo, Brasil (Alpha Test Reuters) – A fintech brasileira Xerpa, que mescla serviços financeiros com os de recursos humanos, anunciou nesta terça-feira que recebeu um aporte de 13 milhões de dólares, numa rodada liderada pelo fundo sueco Vostok Emerging Finance.

Criada em 2015, a startup oferece a empresas um mecanismo que permite antecipar instantaneamente aos seus funcionários os valores do salário equivalente ao tempo trabalhado do mês.

O modelo da Xerpa é inspirado em plataformas com propostas similares, como a britânica Wagestreamdo e a mexicana Minu.

Segundo os fundadores da Xerpa, a chance de antecipação é uma alternativa útil para evitar que os empregados tenham que usar o cheque especial e outros produtos de crédito com juros altos e que muitas vezes são as únicas soluções de liquidez disponíveis.

“É perfeito para o Brasil, onde dezenas de milhões de pessoas recorrem a produtos de crédito predatórios”, afirmou Alexis Koumoudos, sócio da Vostok, em nota.

A startup tem entre os acionistas os fundadores do Nubank David Velez e Ed Wible. A Xerpa afirma ter entre os clientes Mercado Livre, Nubank, iFood, CCR, Creditas e QuintoAndar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.