Chefe do Legislativo chinês se encontra com o primeiro-ministro japonês

(Agência Xinhua)

4 MIN LEITURA

Beijing (Xinhua) (Alpha Test) – O premiê chinês, Li Keqiang, pediu na quarta-feira esforços conjuntos da China e do Japão para melhorar as relações bilaterais.

Li fez tal pedido ao se reunir com os representantes japoneses participantes do quarto Diálogo China-Japão de Líderes Empresariais e Ex-Funcionários Governamentais de Alto Escalão, em Beijing.

Observando que este ano marca o 40º aniversário da assinatura do Tratado de Paz e Amizade China-Japão, Li disse que a dinâmica da melhora nas relações China-Japão foi consolidada pelos esforços conjuntos dos dois lados.

Ele expressou a esperança de que os dois países acatem os princípios acordados nos quatro documentos políticos entre a China e o Japão para garantir o desenvolvimento estável e sustentável dos laços bilaterais.

No que se relaciona à cooperação econômica e comercial bilateral, Li disse que não só é benéfica para os dois países, mas também propícia ao desenvolvimento da economia e comércio mundiais, visto que a China e o Japão são duas importantes economias do mundo.

Ele disse esperar que os dois países aproveitem as vantagens complementares para expandir a cooperação em áreas como comércio e investimento, finanças e sistema monetário, inovação e tecnologia de ponta, assim como a exploração conjunta em um terceiro mercado, e defender juntos o multilateralismo e o sistema do livre comércio.

“A China expandirá continuamente sua abertura. Saudamos as empresas japonesas a aumentar os investimentos na China e continuar a desempenhar um papel positivo em promover a cooperação e os intercâmbios entre China e Japão”, disse Li.

Os representantes japoneses, incluindo o ex-primeiro-ministro Yasuo Fukuda e o presidente da Federação Comercial do Japão Hiroaki Nakanishi, disseram que a comunidade econômica japonesa está disposta a promover a cooperação com a China em tais áreas como inovação, exploração conjunta em um terceiro mercado, proteção ambiental e envelhecimento da população.

Eles comentaram que a visita oficial do premiê Li ao Japão em maio conduziu as relações Japão-China de volta à normalidade.

O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, também se reuniu com os representantes japoneses na quarta-feira.

Wang disse que a China e o Japão devem consolidar a base política e jurídica das relações bilaterais, garantir o importante consenso de que os dois países são parceiros de cooperação e definir um novo plano de desenvolvimento futuro dos laços bilaterais.

Durante a reunião com Wang, Yasuo Fukuda disse que os dois lados devem unir forças para garantir que as relações Japão-China permaneçam na direção certa. O lado japonês quer participar profundamente da nova rodada de reforma e abertura na China.