China implementará oito importantes iniciativas com países africanos, diz Xi

Reportagem de Foo Yun Chee (Agência Reuters)

5 MIN LEITURA

Beijing (Xinhua) (Alpha Test) –

O presidente Xi Jinping disse nesta segunda-feira que a China implementará oito importantes iniciativas com países africanos nos próximos três anos e posteriormente, cobrindo campos como a promoção industrial, a conectividade da infraestrutura, a facilitação comercial e o desenvolvimento verde.

Xi fez o anúncio em um discurso pronunciado na cerimônia de abertura da Cúpula de Beijing 2018 do Fórum de Cooperação China-África.

Sobre a promoção industrial, Xi disse que uma exposição econômica e comercial China-África será realizada na China e as companhias chinesas são incentivadas a aumentar o investimento na África. A China implementará 50 programas de assistência agrícolas, fornecerá ajuda alimentar humanitária emergencial no valor de 1 bilhão de yuans (US$ 147 milhões) aos países africanos afetados por desastres naturais e enviará 500 especialistas agrícolas de alto escalão para a África.

Sobre a conectividade da infraestrutura, Xi disse que a China trabalhará com a União Africana para formular um plano de cooperação na infraestrutura China-África e apoiará as empresas chinesas a participar do desenvolvimento da infraestrutura da África por meio de investimento-construção-operação ou por outros modelos.

Sobre a facilitação do comércio, Xi disse que a China aumentará as importações desde a África, especialmente os produtos não recurso, e apoiará os países africanos a participar da Exposição Internacional de Importação da China. Os países africanos menos desenvolvidos serão isentos de pagar tarifas de estandes de exibição, acrescentou.

Sobre o desenvolvimento verde, Xi disse que a China empreenderá 50 projetos de ajuda sobre o desenvolvimento verde e proteção ecológica e ambiental, com um foco na mudança climática, oceano, prevenção e controle de desertificação, e proteção da vida selvagem.

Sobre a construção da capacidade, Xi disse que a China instalará 10 Oficinas de Luban na África para oferecer o treinamento profissionalizante para os africanos jovens. A China também treinará 1.000 africanos de alto nível, fornecerá à África 50 mil bolsas de estudo do governo, patrocinará oportunidades de seminário para 50 mil africanos e convidará 2 mil jovens africanos a visitar a China para intercâmbios.

Sobre o serviço de saúde, Xi disse que a China atualizará 50 programas médicos e de ajuda de saúde para a África, com um foco nos principais projetos como a sede do Centro Africano para Controle e Prevenção de Doenças e Hospitais de Amizade China-África.

Sobre intercâmbios entre pessoas, Xi disse que a China estabelecerá um instituto de estudos africanos e promoverá os intercâmbios com a África sobre civilização. A China saúda a participação da África na Liga Internacional de Teatros da Rota da Seda, na Aliança Internacional de Museus da Rota da Seda e na Rede de Festivais Artísticos da Rota da Seda.

Sobre a paz e segurança, Xi disse que a China criará um fundo de paz e segurança China-África e continuará a fornecer ajuda militar gratuita à União Africana. Um total de 50 programas de assistência de segurança será executado nas áreas incluindo missões de manutenção da paz da ONU, combate à pirataria e luta contra terrorismo.